Erro de arbitragem e gol no final: Flamengo vence o Vasco no Maracanã

ImprimirE-mail

Vascão

Font Size Larger Font Smaller Font

Se nas arquibancadas o público não legitimou o Clássico dos Milhões, dentro de campo, a tradição se manteve com um jogo eletrizante. Melhor para o Flamengo que venceu o Vasco de virada, neste domingo, por 2 a 1, no Maracanã. O jogo ficou marcado pelo erro grosseiro da arbitragem, que deixou de assinalar um gol do estreante Douglas, em bela cobrança de falta. Fellipe Bastos colocou o Gigante à frente do placar. Elano, também de falta, e Gabriel selaram a vitória para o time da Gávea, em dia de apenas 13.245 pagantes no Maior do Mundo.

Com o resultado, o Rubro-Negro alcançou o Fluminense na quantidade pontos, mas é o segundo colocado no Campeonato Carioca por causa do saldo de gols, com 19 pontos. O Vasco é o quarto colocado, com 15 somados. As equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. O Cruz-Maltino enfrenta o Bangu; Já o Rubro-Negro encara o Madureira.

ARBITRAGEM FAZ LAMBANÇA

A partida começou muito movimentada, com os dois times impondo velocidade para tentar chegar ao gol adversário. Logo aos três minutos, Douglas bateu uma falta e a bola foi por cima. Mas o mesmo Douglas protagonizou, oito minutos depois, o lance que causou a primeira polêmica da partida: em nova cobrança de falta, a bola bateu no travessão e entrou após quicar em cima linha. O goleiro Felipe defendeu e, após o árbitro assistente não se manifestar, o árbitro principal mandou o jogo seguir. O erro gerou muita reclamação por parte dos vascaínos.

O jogo seguiu com o Cruz-Maltino pressionando, mas as polêmicas não pararam. Aos 36 minutos, Douglas tabelou com Everton Costa e rolou para Fellipe Bastos finalizar, de esquerda, e abrir o placar do jogo. O goleiro Felipe reclamou que a bola teria batido na mão de Edmilson antes de encontrar a rede.

Jogadores do Vasaco protestam erros da arbitragm durante o clássico

Três minutos depois, mais contestações. Elano cobrou falta da direita e o goleiro Martin Silva só conseguiu fazer a defesa quando a bola já havia entrado. O árbitro validou o gol e os jogadores do Vasco reclamaram até após o apito que encerrou a primeira etapa.

RUBRO-NEGRO CIRÚRGICO

Se a segunda etapa não foi tão polêmica quanto a primeira, teve outro ingrediente típico dos clássicos. As jogadas ríspidas, que sobraram. Mas o Vasco continuou tendo mais iniciativa do ataque e, logo no início, Fellipe Bastos e Aranda assustaram. O técnico Jayme de Almeida tentou até fazer substituições para melhorar o time.

Heroi: Gabriel entrou e marcou gol da vitória do Mengo contra o rival

Melhor do time do Vasco, Douglas teve uma boa chance após contra-ataque puxado por William Barbio, mas a bola foi para fora. Quando teve sua chance mais clara, Hernane desperdiçou o chute da defesa que o colocou cara a cara com Martin Silva. Mas o jogo só foi definido aos 44 minutos, quando Gabriel acertou o canto esquerdo do goleiro vascaíno e a bola relutou, mas entrou, virando o placar. Bernardo ainda deu um chute forte, de fora da área, mas para fora.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 2 FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data-Hora: 16/2/2014 - 16h

Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)

Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ)

Renda e público: R$ 858.505,00/ 13.245 pagantes

Cartões amarelos: Diego Renan, Guiñazú, Aranda, Fellipe Bastos (VAS);

Felipe, Wallace, André Santos (FLA)

Gols: Fellipe Bastos 36'/1ºT (1-0); Elano 39'/1°T (1-1); Gabriel 44'/2ºT (1-2).

VASCO: Martin Silva; André Rocha, Luan, Rodrigo, Diego Renan; Guiñazú, Aranda (Pedro Ken 26'/2°T), Fellipe Bastos, Douglas (Bernardo 36'/2°T); Éverton Costa (William Barbio 14'/2°T) e Edmilson.

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Wallace, Samir, André Santos; Amaral (Muralha 14'/2°T), Cáceres, Elano (Alecsandro 34'/2ºT), Lucas Mugni (Gabriel 13'/2ºT); Everton e Hernane.

Lance



Divulgue em suas redes sociais
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

eXTReMe Tracker